Amanhã há de ser outro dia

Me deixar sem palavras é algo muito difícil, impossível quase. Todavia, contudo, porém, às vezes acontece… e mesmo assim eu precisava desabafar, gritar a plenos pulmões, eliminar um câncer do meu peito.

Mas um grito mudo e lágrimas misturadas às aguas cristalinas do chuveiro não são notadas, não aliviam. E eis que no meu Ipod surge um grito que ecoou por todo meu corpo e me senti esperançosa, quase livre…

Apesar de falar da ditadura (é, pode-se fazer uma analogia sim), encaixou-se perfeitamente… Ladies & gentlemen, Mestre Chico Buarque:

Anúncios

Um comentário sobre “Amanhã há de ser outro dia

  1. As vezes a gente procura mil formas de nos expressar e as palavras somem.

    Sabe onde encontrá-las? Num momento de reflexão, ouvindo uma música, lendo um livro, pensando, andando, meditando e ESQUECENDO do que realmente nos faz perdê-las..

    E lembrando que amamos escrevê-las, mesmo que seja apenas para tê-las como um desabafo, sem sentido para uns, com todo sentido para nós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s